Sampaoli chama coletiva, diz ser impossível sair e sonha com Santos de Pelé
12/07/2019 10:49 Fonte UOL

Jorge Sampaoli concedeu uma rara entrevista coletiva em 'dias normais' na Vila Belmiro na manhã de hoje. O atacante Marinho estava escalado para falar com a imprensa, mas o técnico do pediu a palavra para falar sobre o com reclamações e cobranças à diretoria - e que acabou vazado pela imprensa.

Sampaoli disse que todas as críticas contidas no e-mail são para que o Santos cresça e possa ser 'protagonista' no futebol brasileiro. Com contrato até o fim de 2020, o técnico ainda descartou a possibilidade de deixar o clube e disse ter um compromisso com os jogadores.

"Impossível [sair]. Tenho um compromisso muito grande com todos aqui dentro. Tenho compromisso com todos os jogadores que estão aqui. Impossível, não abandonaria. Com o recurso que temos, temos que remendar. É isso que reclamo. Reclamarei todos os dias para que o Santos cresça", afirmou o treinador argentino.

Sampaoli lamentou que o e-mail para Peres tenha vazado, mas disse que toda cobrança que faz nos bastidores é pensando no bem do Santos. Ainda de acordo com o treinador, o clube tem que ter como meta o Santos de Pelé.

"Me pareceu muito ruim que o e-mail vazou. Foi algo pessoal entre o treinador e o presidente. Trabalhamos para o Santos. Quero declarar que é algo que já passou. Não sou ninguém para criticar a função do presidente. Temos que encontrar o Santos de Pelé e superar. Era um time insuperável", acrescentou.

"No primeiro dia que vim ao Santos, eu tinha a ideia de construir um Santos campeão e protagonista. Reclamo ao presidente, ao gerente, aos jogadores. Temos que reclamar para estar à altura do Santos. Vivo reclamando sempre pelo Santos. É o meu clube e quero levar à altura. Não importa se tem problema financeiro, temos que buscar uma estrutura que faça com que o Santos tenha um time protagonista e competitivo. Tem que respeitar a camiseta. Reclamo com todos, o tempo todo. É uma particularidade de todos os dias que estou no Santos. Não importa se tem recurso, temos que respeitar a camisa do Santos", opinou.

Jorge Sampaoli voltou a citar Pelé - além de Neymar - e usou a vitória sobre o no (1 a 0) para mostrar como o time deve se comportar nas partidas. Porém, ressaltou que é preciso de recursos para que isso aconteça com mais frequência.

"Temos que saber que temos que estar preparados para cada partida com o melhor que temos. A obrigação de ganhar é constante, mas é preciso ter recursos para ganhar. Eu vim porque minha imagem de Santos é a de Neymar e Pelé. O Santos grande. Temos que ganhar e ter protagonismo. A obrigação é ser responsável pelo lugar que estamos. Temos que jogar como jogamos contra o Corinthians", completou.

O presidente do Santos, José Carlos Peres, minimizou a confusão que teve com o empresário de Caju, Anderson Francisco, na última quinta-feira, na Vila Belmiro. O mandatário santista disse que a briga "foi mais provocação" e não considerou o empurrão como uma agressão.

O atacante Marinho voltou ao Santos após 12 anos e, se depender do jogador, agora será para ficar. O camisa 31, que queria ser músico na infância, já fala em criar raízes no Peixe e sonha em receber uma placa comemorativa por alguma marca expressiva de jogos com a camisa alvinegra, algo que nunca conseguiu em sua carreira.

O Santos apresentou na noite de hoje, no Auditório do Conselho Deliberativo da Vila Belmiro, o anteprojeto de modernização de seu estádio. O "retrofit", como vem sendo chamado, pretende não só aumentar a capacidade do local - de 16 para até 20 mil lugares -, mas também incorporar restaurantes e transformar as arquibancadas em uma espécie de shopping.

O Santos anunciou no início da noite de hoje a venda do argentino Emiliano Vecchio, de 30 anos. O meia, que tinha contrato com o clube da Vila Belmiro até dezembro de 2020, irá defender o Al Ittihad, da Arábia Saudita.

Durante uma discussão com o empresário do jogador Caju, Anderson Francisco, o presidente do Santos, José Carlos Peres, levou um empurrão e se desequilibrou em frente a uma das entradas da Vila Belmiro, na tarde de hoje (11). De acordo com dois relatos ouvidos pelo UOL Esporte, o dirigente chegou a cair em cima de uma moto, mas não se machucou. Por meio de sua assessoria de imprensa, o cartola, no entanto, nega a agressão, mas não a discussão.

Depois de apresentar a jogadora argentina Sole Jaimes, o presidente José Carlos Peres respondeu perguntas da imprensa em coletiva concedida na tarde de hoje, na Vila Belmiro. O principal assunto em pauta foi o e-mail enviado por Jorge Sampaoli com reclamações e cobranças ao mandatário do Santos, que minimizou a situação.

O Santos apresentou na tarde de hoje a atacante argentina Sole Jaimes, de 30 anos, que volta ao time pelo qual foi artilheira e campeã brasileira em 2017, com 18 gols em 19 jogos. Ela esteve presente na Vila Belmiro e concedeu entrevista coletiva ao lado do presidente José Carlos Peres, que brincou com a contratação da jogadora.

O Santos anunciou na tarde de hoje a volta da atacante argentina Sole Jaimes, que foi artilheira e campeã brasileira com o time da Vila Belmiro em 2017, com 18 gols em 19 jogos. O contrato vai até dezembro deste ano.

O Governo de São Paulo vetou o Projeto de Lei 1.363/2015 que previa a liberação da venda de bebidas alcoólicas nos estádios e arenas esportivas paulistas. A decisão foi publicada no Diário Oficial (DOSP) de hoje e é assinada pelo vice-governador Rodrigo Garcia, que está em exercício no cargo.

O estafe do lateral esquerdo Caju não aceitou a primeira proposta de renovação do Santos. Com isso, nas próximas partidas do Peixe pelo Campeonato Brasileiro, o atleta sequer deve ser relacionado pelo técnico Jorge Sampaoli.

A palavra de ordem do primeiro semestre no Santos foi adaptação. O técnico Jorge Sampaoli chegou ao clube no final do ano passado e impôs o estilo que lhe é característico desde o início. Os jogadores entenderam a ideia até de forma rápida e a liderança do time em cinco estatísticas neste início de Campeonato Brasileiro mostra isso, mas também evidencia que ainda há espaço para evoluir.

Técnico veterano conta casos de carreira envolvendo Corinthians, Santos, Flamengo e detalha como ajudou a seleção do penta em 2002

Mesmo com as últimas notícias negativas entre o presidente José Carlos Peres e o técnico Jorge Sampaoli, o atacante Kaio Jorge afirmou, nesta quarta-feira, no CT Rei Pelé, que o clima está tranquilo no Santos.

O Santos corre contra o tempo para ter o elenco inteiro à disposição do técnico Jorge Sampaoli já na volta do Campeonato Brasileiro, neste sábado, contra o Bahia, às 19h, em Pituaçu (BA). Para isso, o trio Evandro, Derlis e Soteldo fazem trabalhos à parte para reconquistarem a forma.

O Santos deve voltar a atuar mais vezes na Vila Belmiro do que no Pacaembu. O presidente José Carlos Peres teve uma conversa com o técnico Jorge Sampaoli durante a parada para a Copa América e aceitou o pedido do treinador para jogar mais do que 50% das partidas no estádio da Baixada Santista. Atuar na capital paulista é uma das principais reclamações do treinador e uma das promessas de campanha do mandatário, mas Peres aceitou ceder um pouco para manter o argentino no comando do Santos.

O Santos não acertou os direitos de imagem deste mês com o elenco e já soma três meses de atraso no pagamento. O técnico Jorge Sampaoli está irritado com a situação e também com outros fatores como o não pagamento de prêmios por vitória no Brasileirão.

Quando o goleiro Cássio ergueu a taça do Campeonato Paulista há pouco mais de dois meses, o Corinthians virou o protagonista de uma situação inédita. Com 52 títulos conquistados, o clube abriu a maior vantagem da história sobre os rivais Palmeiras, Santos e São Paulo.

O técnico Cuca, do São Paulo, cogita processar o Santos para receber três meses de salários que não foram pagos a ele durante sua passagem pelo Peixe no ano passado. O montante também inclui o 13º e premiações que não foram acertadas.

O Santos encontra dificuldades no mercado para fechar com um lateral-direito. A solução seria rápida, segundo o presidente José Carlos Peres, mas o técnico Jorge Sampaoli ainda conta apenas com Victor Ferraz.

A história contada nas paredes. Litros e litros de tinta que transformaram o muro do CT Rei Pelé, do Santos, em uma entidade. Ídolos do passado e do presente representados em forma de homenagem no local de quase 1km de extensão. No entanto, ao contrário da imaculada e brilhante história santista, o muro do CT sofre com manchas e má conservação.

O primeiro gol de Fernando Uribe com a camisa do Santos ficou apenas no imaginário do torcedor. O camisa 9 balançou as redes no empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, em jogo-treino no CT Rei Pelé, no último sábado, com portões fechados.

O Santos terminou as primeiras nove rodadas do Campeonato Brasileiro, antes da parada para a Copa América, na segunda colocação do torneio, cinco pontos atrás do Palmeiras. Agora, o Peixe quer aproveitar a tabela teoricamente mais fácil para alcançar o rival.

Depois de quase um mês de paralisação para a disputa da Copa América, os calendários nacional e sul-americano retornam nesta semana com a previsão de uma maratona de jogos decisivos e clássicos no mês de julho. Até o dia 1º de agosto, serão definidas as quartas de final da Copa do Brasil, as oitavas da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana, além da disputa de três rodadas recheadas de clássicos no Campeonato Brasileiro.

Os atacantes Marcos Leonardo e Renyer são as grandes promessas da geração nascida em 2003, que atua pela equipe sub-17 do Santos. Os dois são presença frequente na seleção brasileira de base e o Peixe já começa a se movimentar para assinar o primeiro contrato profissional da dupla.

Anunciado na última sexta-feira, Felippe Cardoso foi cedido pelo Santos ao Ceará por empréstimo até o final da temporada. Porém, por pouco o acordo não melou, já que o clube cearense detectou a pubalgia crônica no atacante de 21 anos durante os exames médicos.

O técnico Jorge Sampaoli não vai contar com os três garotos que atuaram no último jogo-treino do Santos, contra o São Bento, para a partida deste sábado contra a Ponte Preta. O meia Ivonei e os atacantes Marcos Leonardo e Nicolas estarão à disposição do time sub-20 que tem rodada decisiva no Paulista da categoria.

Na final da Copa América com a seleção do Peru, o meia Christian Cueva terá 10 dias de folga e volta aos treinos do Santos no dia 17 deste mês. Assim, o peruano fica fora do primeiro jogo do Campeonato Brasileiro após a competição de seleções, diante do Bahia, no dia 13.

A história se repete. Mais uma vez a janela de transferências mal abriu e o zagueiro Lucas Veríssimo já é especulado em clubes da Europa. O defensor do Santos revelou que conversou com o presidente José Carlos Peres sobre sua vontade de atuar no continente europeu.

O Santos aguarda uma nova proposta da Sampdoria pelo zagueiro Kaique Rocha nos próximos dias. A primeira oferta de 1 milhão de euros (cerca de R$ 4,2 milhões) foi recusada pelo presidente José Carlos Peres na última segunda-feira.

O técnico Jorge Sampaoli está de olho nas categorias de base do Santos e já identificou outro jogador para integrar o grupo de sparrings: o atacante Allanzinho, que chegou neste ano para o time sub-20.

Com a chegada do mês de julho, vários jogadores que têm vínculo até o fim deste ano passam a ficar livres para acertar um pré-contrato com outro time e assim deixar o seu clube de graça. São vários os casos, e o UOL Esporte lista abaixo os principais deles.

A novela pela assinatura do primeiro contrato profissional do jovem volante Sandry, de 16 anos, parece começar a caminhar para um desfecho positivo. Os representantes do jogador voltaram a procurar o Santos para agendar uma reunião para a próxima semana com intuito de chegar a um acordo.

O Santos segue ativo no mercado de transferências tentando reforçar a equipe do técnico Jorge Sampaoli. Por indicação do treinador, o Peixe tentou a contratação do atacante argentino Ángel González, que estava no Godoy Cruz (ARG), mas perdeu a concorrência para o Estudiantes (ARG).

O técnico Jorge Sampaoli recebeu uma sondagem para dirigir a seleção do Equador. A proposta foi vista como importante pelo treinador, mas ele não deve deixar o Santos neste momento. A informação foi publicada pela "Directv" e confirmada pelo UOL Esporte.

O presidente José Carlos Peres afirmou na tarde de hoje que atualmente não existe negociação entre o Santos e o lateral Adriano, que estava no Besiktas (TUR). O mandatário confirmou ter conversado informalmente com o jogador, mas o diálogo teria sido apenas informal.

O presidente José Carlos Peres ainda busca um novo volante para a vaga deixada por Jean Lucas no Santos, mas o próximo reforço não deve ser o volante Hernani. O mandatário santista disse que a pedida do Zenit (RUS) está muito alta e falou em utilizar as categorias de base para buscar um substituto.

O Santos apresentou na tarde de hoje seu 11º reforço para a temporada de 2019: o meia Evandro. O jogador de 32 anos estava no Hull City, da segunda divisão da Inglaterra, e teve seu contrato encerrado no final do último mês. O atleta assinou com o Peixe até o meio da próxima temporada, com possibilidade de renovação por mais seis meses.

O meia Evandro, mais novo reforço do Santos para a temporada 2019, está distante de terras brasileiras desde 2010. O jogador deixou o Brasil com 24 anos e só retorna agora, aos 32. A grande pergunta que a torcida santista fez foi: como foi a passagem do meio-campo pela Europa?

O Santos não foi o único clube que se interessou em repatriar o meia Evandro, que estava no Hull City (ING), e será apresentado pelo Peixe hoje. O estafe do jogador abriu negociação com outros três times: Internacional, Athletico-PR e Chapecoense. No entanto, uma ligação de Evandro para o lateral-direito Victor Ferraz e a possibilidade de trabalhar com o técnico Jorge Sampaoli foram decisivas na escolha do meia pelo Santos.

O atacante Uribe chegou no Santos há um mês, mas ainda não marcou gols pelo clube. O jogador revelou estar ansioso para 'desencantar' pelo Peixe.

O lateral-esquerdo Jorge é outro encantado com o trabalho desempenhado pelo técnico Jorge Sampaoli no comando do Santos. Segundo o jogador, o argentino vem implantando novidades nos treinamentos durante a pausa para a Copa América.

A primeira passagem do atacante Felippe Cardoso no Santos terminou em menos de um ano. Contratado no início de setembro de 2018, o atleta está perto de ser emprestado ao Ceará até o fim deste ano.

A Justiça intimou o Santos a pagar uma quantia de mais de R$ 50 mil referente a um processo que o ex-goleiro Denílton - que fez parte do elenco no início da década de 90 - moveu contra a Panini. Ele alega que sua imagem foi usada de forma indevida e sem autorização no álbum "As figurinhas do Campeonato Brasileiro", do ano de 1992.

O Santos anunciou hoje a contratação do meia Evandro, ex-Hull City da Inglaterra e com passagens por Athletico-PR, Palmeiras e Atlético-MG. O jogador chegou ao Peixe sem custos após o término de seu vínculo com o clube da segunda divisão inglesa.

O Santos recusou uma proposta da Sampdoria, da Itália, pelo zagueiro Kaique Rocha. O defensor de 18 anos tem contrato com o clube apenas até fevereiro do ano que vem e, assim, estaria livre para assinar um pré-contrato e deixar o Peixe de graça a partir do dia 29 de agosto.

Notícias relacionadas
Evandro diz que é mais fácil jogar no esquema de Sampaoli no Santos 22/08/2019 10:19 Após um mês treinando e indo apenas para o banco de reservas, Evandro estreou na goleada por 6 a 1 sobre o Goiás, no dia 4 de agosto, e desde então participou dos últimos três jogos, entrando na segunda etapa contra o São Paulo e iniciando a partida contr(...) Fonte: UOL
Rodízio diminui, e Sampaoli dá sinais de que encontrou Santos ideal 22/08/2019 04:00 Pela primeira vez na temporada, o Peixe repetiu um trio de ataque em quatro jogos consecutivos: Soteldo, Derlis González e Sasha. Antes disso, o técnico Jorge Sampaoli só havia repetido o trio de ataque de forma consecutiva em três oportunidades na tempor(...) Fonte: UOL
Mais solto no "novo Cruzeiro", Thiago Neves equipara Ceni a Renato Gaúcho 22/08/2019 04:00 A principal mudança vista até aqui entre o Cruzeiro de Ceni e o de Mano foi a postura mais ofensiva. Enquanto o técnico anterior adotava uma filosofia mais reativa, o atual gosta da posse de bola e do ataque a qualquer custo. Maior responsável pela criaçã(...) Fonte: UOL
Comentários