Gómez diz que quer enfrentar SPFC, mas despista sobre presença no clássico
12/07/2019 14:26 Fonte UOL

O zagueiro Gustavo Gómez foi o escolhido do para dar entrevista coletiva hoje, véspera do clássico contra o pelo , e despistou sobre sua presença na partida de amanhã. Ele é um dos jogadores mais prováveis de serem poupados para o duelo, já visando a partida de volta do mata-mata da contra o , na próxima quarta-feira (17).

"Amanhã é um jogo importante, um clássico, mas esse é o trabalho do Felipão. Ele tem 30 jogadores disponíveis e sempre tenta fazer o melhor. Se ele não quiser trocar o time, estamos todos à disposição. Um clássico todo mundo quer jogar, mas quem decide é o professor. Eu estou recuperado", disse o jogador.

Gómez disputou a Copa América pelo Paraguai e se reapresentou ao Palmeiras mais tarde, mas já foi titular e teve grande atuação na na última quarta, no Allianz Parque, pelo jogo de ida das quartas de final. Com Felipão de olho na maratona de jogos que o time terá neste mês, ele e Luan devem dar lugar a Antônio Carlos e Edu Dracena contra o São Paulo.

"Nós estamos muito bem, treinando sempre da mesma forma", avaliou Gómez sobre o rodízio de titulares. "No ano passado também aconteceu assim, o professor trocava muito e conseguimos ganhar o Brasileiro, que foi muito importante. Acho que esse ano vai ser igual, jogue quem jogar, o Palmeiras tem uma identidade de jogo, sempre atua da mesma maneira".

O São Paulo eliminou o Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista neste ano nos pênaltis, após dois empates por 0 a 0. O time tricolor deve estrear um ataque formado por Antony, Alexandre Pato e Pablo no clássico no Morumbi, e Gómez falou sobre o perigo do rival.

"Acho que cada jogo tem sua história. O São Paulo tem jogadores de muita qualidade, e nós ficamos felizes de não tomar muitos gols, mas é um clássico, um jogo à parte. Pode acontecer qualquer coisa", disse o camisa 15 do Verdão. Com ou sem Gómez em campo, a bola rola a partir das 19h de amanhã, no Morumbi.

Neste sábado, o São Paulo recebeu o Palmeiras, no Morumbi, às 19h, para mais um clássico. No entanto, esse tipo de confronto tem sido um pesadelo para os são-paulinos. Apesar da recente classificação nos pênaltis no Paulista, o retrospecto nos últimos dez anos é muito ruim.

O clássico entre São Paulo e Palmeiras amanhã, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, deve ter uma atração à parte em uma das extremidades do campo. Pela primeira vez, Cuca terá à disposição o seu "ataque dos sonhos", com o trio Pablo, Pato e Antony; do outro lado, o alviverde possui a melhor defesa da competição, com apenas dois gols sofridos em nove jogos.

Depois do que vimos das arbitragens nos jogos envolvendo a seleção contra argentinos e peruanos, era de se esperar que nossos árbitros, que participaram da Copa América, apresentassem uma qualidade melhor de trabalho no reinício das competições nacionais. Ledo engano.

O nome de Alexandre Pato provocou uma das poucas decepções do Palmeiras em 2019. Em março, após uma arrastada negociação, ele escolheu jogar no São Paulo - dizendo não ao time alviverde. Agora, pela primeira vez depois do imbróglio, o badalado atacante vai encarar o time de Felipão no clássico de amanhã, a partir de 19h, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

Principal organizada do São Paulo, a Independente encontrou uma maneira de marcar presença no clássico de amanhã (13), contra o Palmeiras, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro mesmo com o veto que recebeu do Ministério Público (MP). Os integrantes vão vestir camisetas brancas para entrar no estádio e apoiar o time durante o jogo.

Cuca não pôde contar com Antony no treino do São Paulo, hoje (11), no CT da Barra Funda. O atacante, porém, deve disputar o clássico de sábado (13), contra o Palmeiras, no Morumbi. O jogador não foi para o campo pois teve uma carga de trabalho diferente após os testes apontarem o desgaste físico por conta das atividades dos dias anteriores. Desta maneira, ele trabalhou no Reffis.

O Palmeiras se reapresentou na tarde de hoje após vencer o Internacional, pela Copa do Brasil, e agora prepara-se para o clássico com o São Paulo, no sábado, pelo Brasileirão. Os titulares na vitória por 1 a 0 realizaram atividades regenerativas, enquanto os reservas foram a campo. A novidade foi a presença de Mayke nos dez minutos abertos do aquecimento para os jornalistas.

O atacante Felipe Pires, que está emprestado ao Palmeiras pelo Hoffenheim, da Alemanha, até o final do ano, está perto de acertar sua saída imediata do clube. Sem cair nas graças do técnico Luiz Felipe Scolari, ele deve ser liberado para jogar por outra equipe. O Fortaleza é um dos principais interessados.

Luiz Felipe Scolari reclamou novamente da precisão de seus comandados no momento da assistência ou finalização. A ênfase no acabamento das jogadas é nítido e compreensível: dentro da proposta de jogo simples e direta do Palmeiras a importância do acerto nos toques finais é ainda maior.

O Governo de São Paulo vetou o Projeto de Lei 1.363/2015 que previa a liberação da venda de bebidas alcoólicas nos estádios e arenas esportivas paulistas. A decisão foi publicada no Diário Oficial (DOSP) de hoje e é assinada pelo vice-governador Rodrigo Garcia, que está em exercício no cargo.

Com a vitória por 1 a 0 sobre o Internacional ontem (10), pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, o Palmeiras chegou a 11ª partida seguida sem sofrer gols no Allianz Parque. As atuações de Gustavo Gómez e Luan fizeram com que a torcida não poupasse elogios nas redes sociais.

O sonho de disputar a Copa América pela Colômbia e algumas questões de âmbito pessoal foram os principais motivos para o atacante Miguel Borja ter recusado quatro propostas que foram aceitas pelo Palmeiras para que ele deixasse o clube neste ano. Sem espaço com Luiz Felipe Scolari, o centroavante pode enfim acertar sua saída nesta janela de meio de temporada.

A Copa do Brasil decretou a volta do futebol dos clubes três dias depois do encerramento da Copa América. Grêmio 1 x 1 Bahia, Palmeiras 1 x 0 Internacional e Athletico 1 x 1 Flamengo foram os jogos que marcaram o retorno dos times após quase um mês de inatividade. No geral, altos e baixos após promessas de alguns treinadores de que suas equipes melhorariam após a parada forçada devido ao torneio de seleções.

O vice-presidente de futebol do Inter, Roberto Melo, relatou que ele e os demais dirigentes do clube gaúcho foram ameaçados de morte durante a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, ontem (10), no Allianz Parque, em duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

O técnico Luiz Felipe Scolari mostrou irritação com a atuação de Deyverson hoje, após a vitória por 1 a 0 do Palmeiras sobre o Internacional, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O treinador disse que o centroavante precisa entender melhor sua função em campo e atuar como camisa 9 clássico, não como meia de armação.

O Palmeiras saiu na frente do Internacional na disputa por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. Hoje, no Allianz Parque, o time de Felipão venceu os gaúchos por 1 a 0, com gol de Zé Rafael, e levará a vantagem para o confronto da volta das quartas de final, marcado para a próxima quarta-feira (17), no Beira-Rio.

Bruno Henrique pega rebote pela lateral direita e cruza em direção a área do Internacional. Livre, Zé Rafael sobe e cabeceia para estufar a rede. Palmeiras 1x0 Internacional

Palmeiras e Internacional já estão escalados para a partida de ida, das quartas de final da Copa do Brasil, na noite de hoje, no Allianz Parque. A partida começa às 21h30 (de Brasília) e você pode acompanhá-la em tempo real no Placar UOL.

O Palmeiras tem tentado negociar Borja, mas o colombiano não está facilitando e o clube pode ter que gastar mais US$ 3 milhões (R$ 11,26 milhões) com o jogador. O atacante já recusou quatro propostas vindas do exterior, todas aceitas pelo Verdão. Caso nenhuma negociação se concretize até 17 de agosto, o clube passa a ser obrigado a comprar os 30% dos direitos econômicos do centroavante que seguem com o Atlético Nacional, da Colômbia.

É, meus amigos, após um longo inverno, a bola volta a rolar para os times de ponta do Brasil nesta quarta-feira.

O Palmeiras promoverá a Campanha do Agasalho pelos próximos dez dias, diante do frio severo em São Paulo (SP). A partir de hoje, no jogo contra o Internacional, às 21h30, no Allianz Parque, até o dia 19, o clube receberá doações de peças de roupa.

O Palmeiras enfrenta hoje o Internacional, às 21h30 (de Brasília), no Allianz Parque, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O jogo será transmitido ao vivo pela TV Globo para os estados de SP, RS, MG, MS e MT.

Palmeiras e Internacional voltam a se encontrar hoje, a partir das 21h30, no Allianz Parque, em confronto válido pela ida das quartas de final da Copa do Brasil. A expectativa dos dois lados é de um duelo tenso, difícil e travado - não muito diferente do que já aconteceu há dois meses, quando os times se enfrentaram pelo Campeonato Brasileiro, também na casa palmeirense, com vitória alviverde por 1 a 0 que teve até princípio de confusão entre jogadores.

Palmeiras e Inter abrem a disputa de quartas de final da Copa do Brasil, hoje (10), no Allianz Parque. E nos reservados estarão dois treinadores de estilos parecidos. Com a disciplina como pilar para organização de um grupo, Felipão foi influência importante para Odair Hellmann. E o palmeirense acompanha de perto o trabalho do adversário das 21h30 (de Brasília).

Revelado no Botafogo, Ezequiel teve que procurar em outras praças um espaço para mostrar seu futebol. Emprestado ao Sport, o jovem atacante se firmou entre os titulares e tem se destacado a cada rodada. O Alvinegro conta com o atleta para a próxima temporada, mas poderá ficar sem ele no fim do ano.

Palmeiras e Internacional se enfrentam hoje, no Allianz Parque, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. No histórico recente, o Alviverde tem se dado bem contra a equipe gaúcha. Em 2015 e em 2017, as equipes duelaram pela competição e nas duas ocasiões quem festejou após o apito final foi o palmeirense.

A espera acabou. Depois de quase um mês, os times da elite do futebol nacional voltarão à ativa em jogos oficiais hoje (10) no início das quartas de final da Copa do Brasil. Como atração, os duelos terão os retornos dos gringos que disputaram a Copa América, como Guerrero, Gustavo Gómez e Arrascaeta, além da estreia do técnico Jorge Jesus, pelo Flamengo.

O lateral esquerdo Diogo Barbosa minimizou hoje a derrota do Palmeiras em amistoso contra o Guarani, na última quarta-feira, por 2 a 1, durante a preparação da equipe no recesso da Copa América. Para o camisa 6, além de o elenco alviverde ter estado fisicamente mais esgotado do que o adversário, a mentalidade vai ser totalmente diferente para o jogo contra o Internacional amanhã, no Allianz Parque, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

O Internacional encerrou sua preparação para pegar o Palmeiras com treinamento fechado na manhã de hoje (09). No Beira-Rio, Odair Hellmann encaminhou o time que pretende utilizar. E o protocolo de privacidade não reflete clima de mistério na equipe. A principal novidade foi o retorno de Paolo Guerrero.

Quando o goleiro Cássio ergueu a taça do Campeonato Paulista há pouco mais de dois meses, o Corinthians virou o protagonista de uma situação inédita. Com 52 títulos conquistados, o clube abriu a maior vantagem da história sobre os rivais Palmeiras, Santos e São Paulo.

Perto de estrear no mata-mata da Libertadores, o Palmeiras tem buscado estreitar os laços com a Conmebol. Na final da Copa América no último domingo, no Maracanã, o presidente Maurício Galiotte encontrou o mandatário da confederação sul-americana, Alejandro Domínguez, e conversou bastante com o paraguaio.

Palmeiras e Internacional voltam às competições oficiais amanhã após um mês de recesso por causa da disputa da Copa América, e devem colocar frente a frente dois jogadores que tiveram participações de destaque no torneio. O paraguaio Gustavo Gómez, do lado alviverde, e o peruano Paolo Guerrero, pelos colorados, prometem um duelo à parte no encontro entre as equipes no Allianz Parque, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

O Palmeiras iniciou hoje os preparativos para enfrentar o Internacional, pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira, com três ausências. Não foram a campo o lateral direito Mayke, que sofre de dores no púbis, o meio-campista Ramires, ainda em recondicionamento físico, e o atacante Angulo, que segue em tratamento após levar uma pancada.

O técnico Roger Machado tem dois reforços para a partida de quarta-feira (10), contra o Grêmio, em Porto Alegre, às 19h15 (de Brasília), pelas quartas de final da Copa do Brasil. Apresentados hoje, Guerra e Juninho já tiveram seus nomes publicados no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e estão à disposição do comandante do Bahia.

Ainda sem entrar em campo nesta temporada, Alejandro Guerra foi apresentado na manhã de hoje como novo reforço do Bahia. Emprestado pelo Palmeiras, o venezuelano de 33 anos fica no Fazendão até o fim do ano e espera, no time baiano, dar a volta por cima.

Depois de quase um mês de paralisação para a disputa da Copa América, os calendários nacional e sul-americano retornam nesta semana com a previsão de uma maratona de jogos decisivos e clássicos no mês de julho. Até o dia 1º de agosto, serão definidas as quartas de final da Copa do Brasil, as oitavas da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana, além da disputa de três rodadas recheadas de clássicos no Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras começa nesta semana uma maratona de jogos que, a depender de classificações nos torneios de mata-mata, pode terminar só no meio de setembro. A partir do duelo contra o Internacional nesta quarta-feira (10), pela ida das quartas de final da Copa do Brasil, a equipe não terá uma única semana completa para treinar em julho. E caso siga avançando tanto no torneio nacional quanto na Libertadores, o único "respiro" de meio de semana será daqui a dois meses.

Muito antes de levar a seleção peruana à decisão da Copa América, a partir das 17h deste domingo, contra o Brasil, no Maracanã, o argentino Ricardo Gareca já era um velho conhecido do torcedor brasileiro.

Ricardo Gareca passou apenas dois meses e meio no Palmeiras: obteve apenas 33% dos pontos e deixou o time com ameaça real de rebaixamento. Demitido, sua equipe seguinte foi o Peru, seleção que já dirige há quatro anos. Ele liderou a seleção andina à classificação de uma Copa do Mundo depois de 36 anos e agora atinge a final da Copa América, às 17h, no Maracanã, contra o Brasil.

Os empréstimos do zagueiro Juninho e do meia Alejandro Guerra ao Bahia, concretizados nesta semana, são parte de uma estratégia do Palmeiras para evitar ou minimizar prejuízos com jogadores contratados com aporte financeiro da Crefisa. Além de desinchar o elenco e dar tempo de jogo a peças que não vinham sendo aproveitadas por Felipão, a diretoria aposta em uma valorização dos atletas para que eles sejam vendidos no futuro por um preço melhor.

O atacante Keno deixou o Pyramids, do Egito, e assinou hoje contrato de duas temporadas com o Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. O jogador de 29 anos era desejado por equipes do Brasil, mas a questão financeira pesou para que ele continuasse no exterior.

Apontado como responsável por ter levado a seleção peruana à final da Copa América de 2019 após 44 anos, Ricardo Gareca já havia demonstrado o seu valor quando conduziu o país novamente a uma Copa (Rússia-2018) depois de mais de três décadas - a última participação em Mundiais havia sido na Espanha, em 1982. A passagem pelo treinador pelo futebol brasileiro, no entanto, ficou aquém do esperado.

Nesta semana, o Palmeiras liberou o zagueiro Juninho e o meia Guerra por empréstimo para o Bahia, mas o elenco ainda tem dois jogadores além do que o técnico Luiz Felipe Scolari considera ideal. O plantel atual conta com 32 jogadores, e os principais candidatos à saída dentro desse grupo são o lateral-direito Fabiano e o atacante Borja.

Notícias relacionadas
Fla x Inter rende à Globo 2ª maior audiência da Libertadores-2019 no Rio 22/08/2019 13:37 A emissora chegou a 38 pontos e 54% de participação no RJ. O número ficou atrás apenas da partida do clube rubro-negro contra o Emelec, que teve 43 pontos e 61% de participação.(...) Fonte: UOL
Cereto pede desculpas a Bruno Henrique após discordar de sua convocação 22/08/2019 13:12 "Eu quero pedir desculpas ao Bruno Henrique. Eu disse no Seleção SporTV, na semana passada, que não considerava o Bruno Henrique jogador de seleção brasileira. Contra fatos, não há argumentos. O cara está arrebentando a cada rodada. Depois que eu disse is(...) Fonte: UOL
Ruschel sobre saída da Chape: "calar a boca de alguns que falam bobagem" 22/08/2019 10:55 "Um desafio que tinha na minha vida era voltar a jogar em alto nível. Graças a Deus eu retomei isso, que era o mais importante. Agora é um novo desafio que eu busquei, acho que primeiro para provar para mim mesmo que não dependo da piedade de ninguém. E m(...) Fonte: UOL
Comentários