Frazan comemora primeiro gol e projeta Fla-Flu: "No clássico, se iguala"
18/10/2019 15:25 Fonte UOL

O no contra o , mas o zagueiro Frazan teve motivos para comemorar no jogo. O defensor de 23 anos marcou seu primeiro gol como profissional, dedicado ao filho Nicolas, nascido em agosto."Foi um momento muito feliz, estava buscando esse gol há muito tempo. Passa um filme na cabeça. Infelizmente a vitória não veio, mas pude fazer o gol dedicar ao meu filho, que acabou de nascer", declarou.Titular com a , quando chamado pelo técnico Marcão. Com o zagueiro em campo, o Flu toma menos gols, algo que a equipe certamente precisará contra o líder do campeonato , no domingo, às 18h, no Maracanã. O arquirrival tem o melhor ataque da competição, com 55 gols marcados."Eles têm um toque de bola muito bom, um futebol muito rápido. O Gabriel está vivendo um grande momento, fazendo muitos gols. O Bruno é muito rápido, também é perigoso. Não podemos dar brecha. No clássico, se iguala. Eles estão bem no campeonato, mas também temos uma boa equipe. Vamos tentar jogar bem e envolver o adversário para conseguir os três pontos", opinou.Na coletiva no CT Carlos Castilho, o jogador comentou o bom momento em 2019 e agradeceu ao ex-técnico Fernando Diniz pelo aprendizado.

"É o meu melhor momento no Fluminense. Tive um início muito difícil, até pela posição. O Diniz também me ajudou bastante, é um grande treinador com quem aprendi muito", disse.

O Fluminense viu sua sequência invicta no Campeonato Brasileiro se encerrar em derrota para o Athletico Paranaense no Maracanã. O canto de apoio em alto volume vindo das arquibancadas na primeira etapa mudou para vaias no segundo tempo. Ganso e João Pedro viraram alvos da torcida, mesmo com o placar refletindo a partida: mais forte e entrosado, o time visitante jogou melhor e mereceu a vitória.

O Fluminense perdeu para o Athletico no Maracanã e encerrou sequência invicta de cinco jogos no Campeonato Brasileiro. Em coletiva após o jogo, Marcão afirmou ter visto um "jogo igual" e elogiou a organização do adversário. "Jogo muito igual, pegamos uma equipe entrosada, que marca muito forte. Tentamos ditar o ritmo, fizemos um gol rápido, apertamos eles, mas o Athletico está acostumado a esse tipo de jogo, não muda a forma de jogar. Nos criou muita dificuldade. Foi um jogo equilibrado, onde a bola parada fez a diferença a favor deles. No segundo tempo nossa equipe, com as mudanças, tentou marcar mais alto por precisar do resultado. Apesar da derrota, terminamos tentando, jogando em cima do adversário", declarou.

O Fluminense teve bom início de jogo, mas acabou surpreendido pelo Athletico-PR, que venceu de virada por 2 a 1, no Maracanã. O Tricolor criou boas oportunidades, mas não conseguiu matar o jogo. E é justamente essa a principal crítica de Caio Henrique ao time nesta quinta-feira.

O Athletico-PR venceu o Fluminense de virada por 2 a 1 nesta quinta-feira e aumentou o clima de tensão no Maracanã. Os torcedores do Tricolor compareceram ao estádio e comemoraram rapidamente o primeiro gol do jogo, marcado por Frazan. O time de Tiago Nunes, no entanto, manteve a calma e conseguiu reverter o placar com dois gols de Madson.

Nenê cobra escanteio pela esquerda. Yony desvia de cabeça, Madson rebate, mas, no rebote, Frazan coloca a bola no fundo das redes. Fluminense 1 x 0 Athletico.

O Fluminense está escalado para encarar o Athletico-PR nesta quinta-feira, às 21h (horário de Brasília) no Maracanã. O técnico Marcão conta com a volta de Allan e Caio Henrique, convocados para a seleção brasileira sub-23, e Ganso, que cumpriu suspensão automática na vitória sobre o Bahia, no fim de semana.

O Fluminense vive bom momento no Campeonato Brasileiro: são cinco jogos sem perder, quatro de invencibilidade sob o comando de Marcão e três sem sofrer gols na competição. Quando entrar em campo hoje (17), às 21h, no Maracanã, o Tricolor encontrará adversário bem conhecido: o Athletico-PR. Além da zona de rebaixamento, o Flu quer também afastar o "fantasma" dos últimos confrontos contra o Furacão.

O Fluminense enfrenta o Athletico quase com força máxima. O Tricolor terá o retorno de Allan e Caio Henrique, convocados para a seleção olímpica, além de Marcos Paulo, que serviu a seleção sub-19 de Portugal, além de Ganso e Yuri, que cumpriram suspensão na vitória sobre o Bahia. O desfalque fica por conta do zagueiro Digão, que dá lugar à Frazan na zaga.

O vereador Zico (PTB-RJ) quer proibir o uso do VAR no Rio de Janeiro. Hoje (16), o político publicou um projeto de lei no Diário Oficial da Câmara da capital fluminense em que propõe o veto ao recurso tecnológico, utilizado no Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil. O UOL Esporte acessou o documento e traz as justificativas apresentadas para vetar a tecnologia em partidas na cidade.

O bom momento do Fluminense no Campeonato Brasileiro tem como principal motivo a solidez defensiva da equipe. Invicto nos últimos cinco jogos, o time não é vazado há três partidas. Substituto de Digão, que sofreu lesão na coxa direita, o zagueiro Frazan é peça importante: com ele, a média de gols sofridos cai para menos da metade.

O Fluminense terá um desfalque contra o Athletico, na quinta-feira (17), no Maracanã. O zagueiro Digão, que deixou a vitória contra o Bahia no início da partida, teve detectada uma lesão no músculo posterior da coxa direita. O clube não informou prazo para a recuperação.

O Fluminense tem uma nova patrocinadora. A empresa de ônibus Doce Rio fechou acordo até o fim de 2019 e ocupará a barra frontal da camisa.

O Fluminense vive boa fase no Campeonato Brasileiro. Sem perder nos últimos cinco jogos, a equipe está invicta sob o comando de Marcão. Titular absoluto na zaga, Nino destacou a influência de Fernando Diniz no trabalho do atual treinador. Para o camisa 33, o mérito é de ambos pelo momento do time.

Com cinco jogos de invencibilidade no Campeonato Brasileiro, o Fluminense terá jogo difícil pela frente na quinta-feira (17), contra o Athletico, no Maracanã. E para a partida, o técnico Marcão tem boas notícias para escalar o time: o Tricolor conta com os retornos de Allan e Caio Henrique, que serviram a seleção olímpica em amistosos, além de não ter nenhum jogador suspenso para o jogo. Depois de desfalcarem o Flu contra Cruzeiro e Bahia, o lateral-esquerdo e o volante estão de volta para o confronto com o rubro-negro paranaense. Em suas ausências, o técnico do Flu testou Yuri, Airton e Orinho, que foram bem avaliados pela comissão técnica.

Paulo Henrique Ganso foi apenas advertido pela discussão com Oswaldo de Oliveira em julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Além do meia, outros 10 foram denunciados por incidentes no empate entre Fluminense e Santos, pelo Campeonato Brasileiro. O treinador, que recebeu a mesma punição que o camisa 10 pela briga, foi suspenso por dois jogos pelo gesto obsceno para a torcida tricolor na saída de campo. "A gente teve uma discordância tática na hora do jogo. Ele já tinha falado comigo, respondi e saí do jogo. Na tensão da partida, uma fase complicada, acabei falando "burro, burro para c...". Mas depois resolvemos, nos abraçamos e ficou resolvido. Foi no calor do jogo, nada além disso. Nunca tive problema com o treinador em nenhum treinamento. Não o ofendi em campo. Respondi a ele dizendo que estava voltando", contou Ganso em depoimento. Questionado se acabou "premiado" pela demissão do treinador e por ter sido capitão da equipe no jogo seguinte, contra o Grêmio, o jogador rechaçou a hipótese. "Eu sempre sou o segundo capitão. Aconteceu em partida pouco antes, contra o Corinthians, na Copa Sul-Americana, eu fui o capitão. Não tem premiação. Eu fui multado, consta no meu contrato. Como você mesmo mencionou, tem muitas crianças assistindo e com certeza me arrependi. Serviu para reflexão, é algo também que serve de aprendizado, que existe uma tensão, uma preocupação para dar felicidade para muita gente. Numa partida de futebol quando não tem concordância entre companheiros, treinadores, acaba tendo uma discussão com termos ríspidos, pela tensão. Não consegue sempre falar "por favor" ou "obrigado". Mas é um momento de tensão, de tentar vencer, levar a vitória para a torcida e para casa", disse Ganso

Mário Bittencourt e Rodolfo Landim, presidentes de Fluminense e Flamengo, respectivamente, assinaram na última quinta-feira, dia 10 de outubro, o novo termo de permissão para a cogestão do Estádio do Maracanã, que terá validade até abril de 2020. A renovação da permissão foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial do Estado e celebrada pelos mandatários.

Depois de uma sequência ruim sob o comando de Oswaldo Oliveira, o Fluminense emplacou, neste fim de semana, o seu quinto jogo sem derrotas no Brasileirão - o quarto com Marcão no banco de reservas. São três vitórias e dois empates. Nas três últimas rodadas, nenhum gol sofrido. Mérito de Muriel, que tem feito milagres para defender o gol tricolor.

A boa fase do Fluminense no Campeonato Brasileiro tem diversos personagens. Um deles é o goleiro Muriel. Desde que chegou, disputou 14 jogos pela competição nacional, diminuindo a média de gols sofridos e ajudando a melhorar o aproveitamento da equipe, que se afasta da zona de rebaixamento após sequência invicta de cinco partidas.

O Fluminense começou o Campeonato Brasileiro jogando um futebol que agradava ao torcedor e à opinião pública, mas não alcançava os resultados esperados -- além de contar com certa dose de azar, principalmente nas finalizações. A máxima do futebol seguiu valendo, e como "quem não faz, leva", o Tricolor enfileirou resultados negativos. A defesa, então segunda pior da competição, foi considerada culpada. De lá para cá muita coisa mudou e, com Marcão no comando da equipe, o Flu alcançou marca expressiva no setor defensivo após vitória sobre o Bahia: três jogos sem tomar gol, em sequência de cinco jogos sem perder.

Petkovic não perdoou o gol perdido por Élber, jogador do Bahia, no primeiro minuto da derrota para o Fluminense, por 2 a 0, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na transmissão do Premiere, canal por assinatura do Grupo Globo, o comentarista chamou a finalização do atacante baiano de 'falha muito grotesca'.

Três jogos deram início à 25ª rodada do Campeonato Brasileiro neste sábado de dia das crianças. O Goiás venceu o CSA por 1 a 0 à tarde. Depois, foi a vez de o Fluminense vencer o Bahia no Maracanã por 2 a 0. Palmeiras e Botafogo fecharam a rodada de sábado no Pacaembu, com vitória alviverde por 1 x 0. Confira os gols:

O Fluminense venceu o Bahia no Maracanã e se afastou ainda mais da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Tricolor não perdeu nas últimas cinco partidas, quatro delas sob o comando de Marcão, que conquistou as três vitórias da sequência invicta. Após o jogo, o treinador exaltou o elenco, já que a equipe atuou com cinco desfalques.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense recebeu o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Após a vitória do Fluminense por 2 a 0 sobre o Bahia, com gols de Nenê e Daniel, o veterano meia, um dos grandes destaques do Tricolor na vitória de hoje (12) falou sobre a performance da equipe no Maracanã.

Em recuperação no Campeonato Brasileiro, o Fluminense venceu o Bahia por 2 a 0, em partida válida pela 25ª rodada. Com o resultado de hoje no Maracanã, o time comandado por Marcão chegou ao seu quinto jogo de invencibilidade, sendo três vitórias e dois empates, e assumiu momentaneamente a 13ª colocação, a última com vaga para a Copa Sul-Americana de 2020, com 29 pontos.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Pela direita, Wellington Nem cruza rasteiro e João Pedro carimba a trave do Bahia. No rebote, Daniel coloca a cabeça na bola e amplia a contagem no Maracanã. Fluminense 2 x 0 Bahia

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Yony González é derrubado por João Pedro dentro da área e árbitro marca pênalti para o Fluminense contra o Bahia. Na cobrança, Nenê desloca Douglas Friedrich e abre o placar no Maracanã. Fluminense 1 x 0 Bahia

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense 1 x 0 Bahia. Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

Fluminense recebe o Bahia no Maracanã neste sábado, 12 de outubro, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro 2019.

O Fluminense realizou uma ação especial neste sábado (12) no Maracanã. Na data marcada pelo dia das crianças - além do dia de Nossa Senhora Aparecida -, o Tricolor distribuiu camisas oficiais do clube de coleções e fornecedores antigos. Crianças até 12 anos foram presenteadas pela diretoria, com presença do mascote Guerreirinho.

O Fluminense está definido para enfrentar hoje (12) o Bahia, às 19h, no Maracanã. Sem Ganso e Yuri, suspensos, Marcão escolheu Airton e Wellington Nem como substitutos.

O Fluminense encara o Bahia, hoje (12), às 19h, com novidades na escalação. Na zaga, o Tricolor terá a volta de Digão, que cumpriu suspensão no empate com o Cruzeiro. E Marcão também definiu os substitutos de Yuri e Ganso, que estão fora pelo terceiro cartão amarelo. Além da dupla, também estão fora Caio Henrique e Allan que estãocom a seleção olímpica para amistosos, e Marcos Paulo, convocado para a seleção sub-19 de Portugal.

Dois ídolos e ex-companheiros de Fluminense se reencontrarão na noite de hoje (12), às 19h, no Maracanã. O jogo entre o Tricolor e o Bahia, pela 25ª rodada, é pano de fundo de um duelo muito mais representativo. Marcão e Roger Machado atuaram juntos nas Laranjeiras em 2006, e atualmente são os dois únicos técnicos negros entre todos os 20 times na Série A do Campeonato Brasileiro. Com 397 jogos com a camisa tricolor, o atual técnico do Flu sabe da importância do confronto. Para além dos três pontos e da admiração ao comandante adversário, Marcão vê no jogo um marco para que outros profissionais negros recebam a chance que apenas os dois possuem na elite do futebol brasileiro.

Pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, Fluminense e Bahia se enfrentam hoje (12) às 19h (de Brasília), no Maracanã. Quem não for ao estádio poderá assistir à partida no canal Premiere (pay-per-view), ou então acompanhar o duelo, em tempo real, no Placar UOL.

A 25ª rodada do Campeonato Brasileiro tem início no fim da tarde de amanhã (12), com o duelo entre Goiás e CSA, no Serra Dourada, às 17h (de Brasília). Outros dois confrontos completam a jornada deste sábado, entre eles Palmeiras x Botafogo, no Allianz Parque, às 21h. Um Palmeiras pressionado, agora na terceira colocação, a oito pontos do líder Flamengo.

Igor Julião já ficou conhecido pelos torcedores pelas ideias e atitudes acima da média do futebol brasileiro. Após o empate com o Cruzeiro, o lateral-direito do Fluminense fez questão de conhecer Yuri Alves e Warley Silva, casal de torcedores celestes que foi vítima de homofobia em jogo da equipe mineira com o Vasco. Na ocasião, o casal de namorados foi filmado se abraçando no Mineirão. O ato de amor foi o suficiente para gerar ameaças de torcedores em suas redes sociais.

Notícias relacionadas
Mario afasta Celso Barros do futebol do Fluminense até o fim de 2019 21/11/2019 14:29 Mario também garantiu a manutenção do técnico Marcão até o fim do Brasileirão, evitando iniciar no clube uma "caça às bruxas" com a definição de um único culpado pela situação ruim na competição."O Marcão conseguiu recuperar boas coisas do desempenho e me(...) Fonte: UOL
Bom sinal? Flu nunca perdeu atuando no Rei Pelé, palco de jogo contra o CSA 21/11/2019 04:00 São 14 jogos na história em que o Tricolor foi ao Rei Pelé desde sua inauguração, em 1970. O primeiro, curiosamente, não foi contra um time do Estado. O São Paulo foi o adversário. O Fluminense, às vésperas da fase final do Campeonato Brasileiro daquele a(...) Fonte: UOL
Com campeão mundial sub-17 e Caio Henrique, Flu treina de olho no CSA 19/11/2019 17:04 Os titulares da equipe no empate com o Atlético-MG, no último sábado, no Maracanã voltaram a trabalhar com bola, nas atividades comandadas pelo técnico Marcão, ao contrário da última segunda, quando realizaram apenas atividades regenerativas na academia.(...) Fonte: UOL
Comentários